Pesquisar

24 de mai de 2014

Como conhecer a Deus - Parte 1

O Que Está Faltando em Nossas Vidas?

             Um propósito, um significado, uma razão para viver - são estas todas as coisas  que desejamos e buscamos na vida. Em que pesem as iniciativas que cada um de nós possa tomar para encontrar um propósito e um significado na existência, continuamos ainda nos sentindo vazios e insatisfeitos. Isso porque existe um vácuo espiritual na vida de cada um de nós. Cada qual traz consigo um espaço aberto no coração, um vazio espiritual no profundo de nossa alma - um "espaço em branco no formato de Deus". Bens materiais não poderão preencher esse espaço, tampouco o sucesso. Os relacionamentos, tão somente, não conseguem satisfazer essa vacuidade, e a moral, em si e por si só, não dá conta, infelizmente, de ocupar esse lugar. Na verdade, nem mesmo a religião é capaz de preencher essa lacuna em nosso coração.
             Só existe um meio de preencher efetivamente esse vazio. Ele não apenas nos ajuda a termos uma vida plena e rica neste mundo, mas - o que é mais importante - nos oferece a total esperança de vivermos a eternidade na presença de Deus. Antes que possamos desfrutar inteiramente desta boa notícia, no entanto, é preciso tomarmos conhecimento de uma informação ruim - que é o grande problema de que todos somos portadores.

O Problema: PECADO

               A Bíblia identifica claramente nosso grave problema como sendo o pecado. O pecado não é um simples ato, mas, sim, a verdadeira natureza de nosso ser. Em outras palavras, não somos pecadores porque pecamos; mas, sim, pecamos porque somos pecadores. Nascemos com a natureza de praticarmos o que é errado. O rei Davi, que governou Israel nos tempos do Antigo Testamento, escreveu: "Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe"(Salmos 51.5). Por nascermos pecadores, o pecado acontece com naturalidade a todos nós. Daí é inútil pensar que a resposta para todos os problemas da vida vem de "dentro". Segundo a Bíblia, o problema se encontra dentro de nós! Diz a Escritura: "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas e perverso; quem o conhecerá?(Jeremias 17.9).
              Não somos bastante bons- somos basicamente pecadores. Esta pecaminosidade se difunde por tudo o que fazemos. Todos os problemas que vivenciamos hoje em nossa sociedade podem ser atribuídos à nossa recusa, no passado, em viver da maneira que Deus deseja. Façamos um retrocesso ao jardim do Éden, por um instante. Adão fez sua opção e sofreu as consequências, estabelecendo o padrão que toda a humanidade iria seguir. A Bíblia explica: "Pelo que, como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram(...) por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação(...)" (Romanos 5. 12,18).
              "Não é justo!", pode-se protestar. Por que deveríamos sofrer por algo que outra pessoa praticou? Se houvesse oportunidade, no entanto, cada um de nós teria feito a mesma coisa que Adão. Na verdade, não há um só dia sequer em que não nos defrontamos com a mesma prova que se apresentou diante dele. Deus nos dá a liberdade de optar entre dois caminhos distintos: o que conduz à vida e o que leva a morte. Diz a Bíblia: "O céu e a terra tomo hoje como testemunhas contra ti, que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua semente" (Deuteronômio 30.19).

                                                                                                                                            Continua...


Fonte: Bíblia de Estudo Novo Viver- Editora Central Gospel