Pesquisar

6 de jul de 2014

AS OBRAS DA CARNE (Gálatas 5,16-21)

          As obras da carne são o que a matéria produz na vida de uma pessoa. Podemos ser intelectuais, sábios, santos, o que for, mas, se dermos lugar à carne, ela nos destrói. São dezessete características de obras da carne e, pelo menos três delas levam à morte.

1- Adultério: relações sexuais extraconjugais, ou como o próprio Jesus caracterizou, até mesmo o desejo por outra pessoa que não seja o seu cônjuge. (Mateus 5,28)

2- Prostituição:
aplica-se às relações sexuais entre pessoas que não possuem aliança matrimonial, sexo ocasional ou até mesmo pessoas que moram junto.

3- Impureza: pode ser impureza carnal ou mental; atração pelo que é sujo, que mancha a vida de uma pessoa.

4- Lascívia: sensualidade. A pessoa pode até querer ser de Deus ou achar que é de Deus, mas não consegue se livrar da sensualidade, isso é lascívia.

5- Idolatria: não só a adoração de imagens de esculturas, mas tudo o que toma o primeiro lugar na vida de alguém, torna-se um ídolo. Podem ser pessoas, trabalho, dinheiro, os ídolos são diversos.

6- Feitiçaria: fascinação ou encantamento. Aquela pessoa que tem o dom de enganar as pessoas de forma que elas não percebam como aconteceu, mas sentiram o efeito que, muitas vezes pode ser trágico.

7- Inimizades: Aquela pessoa difícil de lidar, ninguém gosta dela; aonde vai afasta as pessoas pelo seu modo de ser.

8- Porfia: discussão, rivalidade, disputa. A pessoa nunca dá o braço a torcer, “sempre está com a razão”.

9- Emulações: impasse, imitação, querer ser o que o outro é; querer ter o que o outro tem e quando percebe que não vai conseguir, fica emburrado, de bico.

10- Ira: não saber ouvir, ser autoritário, decisivo, nervoso, perde o controle com facilidade.

11- Peleja: combate, contendas, brigas. Pessoas que vivem em constantes conflitos, não conseguem dormir sem ter brigado com alguém.

12- Dissensões: divisões, partidarismo, “panelinhas” dentro ou fora da igreja.

13- Heresias: dizer coisas que não estão na Bíblia como se fossem a palavra de Deus.

14- Inveja: a pessoa não consegue algo e fica desejando o que o outro tem. Na maior parte das vezes, se esforça apenas pra ter o que o outro tem e quando não consegue, deseja que os outros percam; ficam infelizes com a vitória alheia.

15- Homicídios: um homicida não mata apenas tirando a vida de uma pessoa literalmente. Pode-se matar mais com palavras agressivas, que matam os sonhos, a auto-estima, a felicidade do outro, que com qualquer outra ferramenta.

16- Bebedices: a bebedeira é a mola propulsora para muitas destruições familiares que vemos por aí; pessoas entregues aos vícios são capazes de fazer coisas que nunca imaginariam fazer se estivessem sóbrias, desde imoralidades até crimes hediondos.

17- Glutonaria: comer compulsivamente, gula. Até comer pode se tornar um tropeço para a vida de alguém, se não for da maneira adequada.



Paulo disse: “Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis”. Gálatas 5,16-17


Se nos entregarmos a Deus e pedirmos a ele forças, podemos lutar contra as obras da carne em nossa vida e ter uma vida agradável a Deus, em primeiro lugar, e prazerosa. Deus pode nos dar a alegria e o prazer que nunca encontraremos de outra forma.