Pesquisar

14 de nov de 2016

Jerusalém - Túmulos danificados por suposto incêndio provocado

Icônicas ''gemas arqueológicas"da era do Segundo Templo na base do Monte das Oliveiras sofrem grandes danos

  


Incêndios danificaram severamente dois túmulos antigos, um deles um marco icônico, fora da Cidade Velha de Jerusalém na sexta-feira, no que a polícia suspeita pode ter sido criminoso.
Uma investigação inicial por bombeiros aponta para pessoas desconhecidas incendiando Túmulo de Absalão no vale de Cedrom, em frente ao Monte do Templo, e o túmulo adjacente de Jeosafá.
Os túmulos estão entre um conjunto de sepulturas antigas na base do Monte das Oliveiras, que data do período do Segundo Templo.
Túmulo de Absalão é tradicionalmente identificado como um monumento à figura bíblica com o mesmo nome, mas os arqueólogos dataram o edifício ao primeiro século DC.

Túmulo de Absalão com a Igreja de Santa Maria Madalena em segundo plano, Vale de Cedrom, Jerusalém (Shmuel Bar-Am)

O túmulo do rei Jeosafá, Vale de Kidron, em Jerusalém, depois de um ataque incendiário suspeito, 14 de novembro de 2016. (Foto por Assaf Avraham, Nature and Parks Authority)

Os incêndios irromperam em torno de 4:15 na sexta-feira e causou grandes danos aos 2.000 anos de idade estruturas.
Assaf Avraham, administrador da Autoridade de Parques de Israel encarregado do parque nacional em torno das muralhas da Cidade Velha, disse em um comunicado que as chamas "causaram danos aos valores do patrimônio [histórico] e gemas arqueológicos de grande valor."
"Vamos agir na medida de nossas habilidades com a aplicação da lei, incluindo a polícia, para encontrar os responsáveis ​​e levá-los à justiça", disse ele.
Um porta-voz da polícia não poderia comentar imediatamente sobre o caso.
Três outros suspeitos ataques incendiários a caminhões de esgoto municipais ocorreram em Jerusalém Oriental sexta-feira noite também, mas não havia nenhuma indicação que havia alguma correlação entre o fogo e o ataque suspeito sobre os túmulos antigos.